Notícias

Reflexões e um olhar para 2019 sobre ter um negócio focado no terceiro setor

Reflexões e um olhar para 2019 sobre ter um negócio focado no terceiro setor

Quem me conhece sabe que conto que minha empresa nasceu em meio a crise de 2009. Eu mal sabia o que me esperava pela frente após sair de uma empresa Global para empreender em plena “pequena” crise econômica que atingiu o Brasil. As pessoas nos recebiam em suas empresas sem saber se ali permaneceriam por muito tempo.

Já 2015 e durante 2016 o susto foi bem maior e desafiador, pois o investidor se obrigou a reduzir, e muito, suas verbas e escolhas de marketing, devido a crise política e econômica. Mesmo assim, sobrevivemos mais uma e, “grandinha” crise!

Já 2018, apesar do patrocinador ter voltado a investir, com menos verba e mais foco, a crise para o nosso setor, veio do lado do Proponente e das ONGs, que em sua maior parte, perdeu grandes recursos anuais. Certamente 2018 foi e está sendo o ano mais desafiador para o formato do negócio. Estou olhando os cenários e avaliando como evitar sair do segmento que tanto me fez brilhar os olhos por mais de 9 anos.

Inicio 2019 conversando com diversas pessoas envolvidas na área e vendo um cenário ruim para Organizações com causas tão importantes. Quero muito conseguir continuar contribuindo para o terceiro setor, que também dependerá da visão e ações do novo Governo Federal. Porém, construímos e levamos ao terceiro setor um trabalho de qualidade, profissionalizado e vindo de estudos e experiências com gestão no segundo setor. A prospecção de recursos para o bem social ainda é o nosso foco, mas precisaremos de mais mãos para seguir este caminho!

Ana Amaral – Fundadora da Ana Amaral Projetos Estratégicos

https://www.facebook.com/anaamaralprojetosestrategicos